AGENDE SUA VISITA 4994.8157
Comment are off

A escola é naturalmente uma instituição de convívio

Visita-Museu-Colegio-Caminhar-15

A escola é naturalmente uma instituição de convívio, onde a coletividade se destaca, ainda que preservemos a individualidade das pessoas que dela fazem parte. A escola é em sua essência e função um espaço para formação e crescimento. Cada escola, a partir de sua filosofia busca atingir os objetivos de ensino com seus alunos e para isso sua equipe precisa conhecê-los e colocá-los em prática. Para isso oferecemos formação específica mensalmente para os professores e demais colaboradores.

Vou compartilhar alguns temas que abordamos recentemente com o grupo de auxiliares, nos encontros coletivos que coordeno e que contribuem para a nossa busca permanente pelo atendimento de qualidade que tanto zelamos. Uma filosofia humanista, como é a nossa, procura estimular um convívio baseado em princípios éticos, uma vez que nossas condutas não são meramente pessoais, elas atingem o outro, ou melhor, os outros.

Começamos refletindo sobre a importância de manter o foco nas tarefas que são de nossa função, cuidando para que fatores externos ou do próprio ambiente de trabalho não desviem a atenção que devemos ter. Sabemos o quanto essa é uma questão séria.

A escola deixa marcas na vida dos alunos. Aqui nos empenhamos para que elas sejam positivas e saudáveis, por isso propus uma reflexão sobre marketing profissional, porque cada um nós tem o seu perfil, o jeito de acolher, de falar e de ouvir, de se relacionar…. Portanto precisamos conhecer nossas habilidades e pontos que devemos aperfeiçoar. Isso reflete nos alunos? Certamente sim.

O maior desafio do indivíduo é conviver. Os bebês, na faixa etária de zero a três anos são uma referência que ilustram perfeitamente essa afirmação quando começam a conhecer o outro, em seguida com o início da socialização, logo surgem os impulsos. Estão convivendo. Ano após ano, as crianças passam por situações de ganhar e perder, de se sentir aceitas ou não. Faz parte da vida. É aprendizado. Quando nos tornamos adultos entendemos que habilidades são fundamentais para a convivência. Por isso apresentei o tema: habilidades relacionadas ao trabalho em equipe. A partir dele fizemos conexões com situações do cotidiano que exigem bom senso, equilíbrio, firmeza e principalmente comunicação e confiança.

Quando encerramos o semestre, discutimos sobre trabalho, partindo de uma citação do Filósofo Mario Sérgio Cortella: “meu trabalho é minha obra”. Considerando que um dos princípios da nossa escola é a construção do conhecimento, é importante observarmos qual é a obra que cada um nós constrói diariamente. Qual é o significado que implantamos no que fazemos, se sentimos prazer por esse fazer. As respostas para esses questionamentos foram positivas, otimistas, uma delas nos trouxe um imenso contentamento, veio da Antônia Luiza, responsável pela limpeza: “quando estou varrendo a escola eu pego a vassoura e me sinto igual uma porta bandeira”… Esse depoimento me faz pensar que o prazer por aprender que procuramos estimular nos alunos, se estende às pessoas que trabalham conosco. Óbvio que, assim como no percurso de aprendizagem ocorrem obstáculos, nas relações de trabalho também, porém o que fazemos para superá-los faz muita diferença na vida de cada um.

Em breve retomaremos nossos encontros com altas expectativas e empenhados para de fato alcançá-las.

Abraços

Sobre o Autor
Derivan de Souza Bruno é coordenadora pedagógica da educação infantil há mais de 20 anos e se dedica intensamente a realizar o melhor por nossos alunos, sempre embasada nas teorias mais atuais de educação.