AGENDE SUA VISITA 4994.8157
Comment are off

Assembleias de Classe – Trabalhando com a cidadania na sala de aula

Uma das atividades permanentes do Colégio Caminhar são as Assembleias de Classe, que são realizadas desde o 2º ano.

Nestes encontros, que são periódicos, o grupo tem a oportunidade de discutir sobre aspectos relacionados às convivências com foco em críticas e felicitações. Entre um encontro e outro os alunos vão preparando a pauta com os assuntos a serem discutidos. Em cada encontro são selecionados alunos que desempenham papéis de relator, anotador e coordenador do encontro, e todos os alunos tem oportunidade de fazer seus comentários sobre o tema e também de propor soluções para resolvê-los. Os alunos seguem alguns combinados quanto a forma de ter a palavra e de se colocar perante ao grupo, respeitando principalmente o fato de que a meta é resolver o problema e não apontar culpados.

O principal objetivo dessa atividade é refletir sobre a convivência percebendo que é possível chegar a um consenso que beneficie o grupo, já que na escola vivemos em comunidade e as necessidades coletivas devem estar em sintonia com as necessidades individuais.

No Fundamental I as professoras da sala são responsáveis pela realização das assembleias e podem acompanhar mais de perto os resultados do que é decidido durante as mesmas.

Com o Fundamental II eu mesma tenho realizado essa tarefa, especialmente no 2º semestre. Com os alunos maiores, os temas têm uma abordagem mais profunda e as discussões são bastante “acaloradas”, já que o potencial argumentativo nesta faixa etária é muito mais aguçado. Nessas oportunidades também é possível mediarmos algumas reflexões, buscando sempre desenvolver a reflexão acerca da realidade, usando exemplos concretos e situações reais.

Observo que os alunos encaram esse momento com muita seriedade e compromisso. Questões polêmicas têm sido abordadas e os alunos apresentam consciência sobre seu papel frente a esses problemas. A maturidade se reflete nas decisões tomadas pelos grupos.

Gostaria de ressaltar especialmente o grupo do 6º ano, que tem apresentado uma evolução bastante importante no respeito e responsabilidade sobre a coletividade. No nosso último encontro observei que a pauta estava apagada e ao questioná-los eles responderam que tiveram uma situação que poderia ser facilmente resolvida pelo diálogo. Reuniram-se rapidamente e com muita autonomia chegaram a um consenso sobre o assunto e já colocaram em prática. O grupo demonstrou maturidade para resolver conflitos através do diálogo e esse exercício é de extrema importância para o futuro.

Estamos certos que essa atividade nos ajuda a construir um ambiente mais saudável e contribui na formação de seres humanos que são capazes de agir através de auto regulação, sem que seja necessário um controle externo para que possam agir “dessa ou daquela” forma. Esse é o caminho para um futuro participativo e reflexivo.

Kátia Zavanella