AGENDE SUA VISITA 4994.8157
Comment are off

Falando em educação infantil, o assunto é: ser professor

Falando em educação infantil, o assunto é… ser professor. Como é amplo definir o que é ser professor. Por isso vou me dedicar apenas em falar um pouco a respeito, sob dois pontos de vista: ser professor de educação infantil e ser este professor no Colégio Caminhar.

A primeira reflexão surgiu de um aprendizado recente através de uma mãe, recém-chegada da Alemanha, durante a adaptação de seu filho à escola. Ela, contente com sua evolução disse que esse progresso se deu principalmente porque a professora o acolheu de forma afetiva, isso lhe trouxe segurança e comentou que lá, nas escolas de educação infantil usa-se o termo Tagesmutter, que significa “mãe do dia”, para as professoras desse segmento. Achei muito peculiar. É isso, muitas das atribuições dos professores de educação infantil se assemelham às de uma mãe pois estão relacionadas aos cuidados, mas numa outra oportunidade, lendo uma matéria de uma psicóloga, ela justificava porque devemos tomar cuidado para que os papéis sociais não se confundam na vida da criança, por exemplo: mãe é mãe, tia é tia e professora é professora.

Concordo, apesar de que em determinados momentos a professora é a “mãe do dia”, no período em que está com ela, mas sem nenhuma pretensão de ser ou de substituí-la. Falando sobre ser professor de educação infantil no Colégio Caminhar, digo que é simplesmente grandioso. Acompanho e sinto isso no dia-a- dia, de forma cada vez mais verdadeira e vibrante, cada um deles com sua formação, experiência e paixão pela profissão põe em prática todo o seu repertório de conhecimentos a fim de tornar as situações de aprendizagem significativas e prazerosas para as crianças. Estão em constante processo de atualização, seja em cursos de especialização que buscam conforme seu interesse, ou através das formações oferecidas pela nossa escola.

Na prática, cantam, dançam, dramatizam, criam e para cada ação conhecem e planejam uma intenção pedagógica. Seu cotidiano é intenso. É de fato a arte de educar, tão bem definida no texto que compartilho.

Abraços

Derivan
Coordenadora

Sobre o Autor